Publicado por: aquarela2020 | 17/08/2012

Brasil e Barcelona trocam experiências

Em visita a Embratur, especialista em turismo cultural elogia esforço do instituto para promover a cultura brasileira

A promoção internacional do Brasil como destino turístico cultural foi o tema do encontro realizado na última segunda-feira (13), entre o professor espanhol Jordi Tresserras e a equipe da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) responsável pela promoção internacional do turismo cultural. Tresserras é coordenador do Programa de Turismo Cultural da Universidade de Barcelona e um dos responsáveis pelo projeto de promoção da cidade catalã, que virou uma referência mundial após os Jogos Olímpicos de 1992. Nesta semana, ele esteve em Brasília e encontrou-se com André Vilaron, assessor da presidência da Embratur, e Marcus Vinícius Campos, membro do grupo de trabalho que trata do assunto no instituto.

Tresserras elogiou o esforço que vem sendo realizado pela Embratur para destacar a cultura brasileira e valorizar o perfil de turista que se interessa pelo segmento. “O Brasil tem diversos patrimônios culturais tangíveis e intangíveis ainda pouco utilizados pelo turismo”, explicou Vilaron. “Nossa intenção é promover a diversidade nacional unindo o tradicional ao contemporâneo, tão marcantes na cultura brasileira. A maior integração entre turismo e cultura tende a valorizar, cada vez mais, a imagem  do país no exterior”.

Segundo Vilaron, durante o encontro foram abordados exemplos de países que têm trabalhado bem a integração entre cultura e turismo, como Cuba, e cases de sucesso de turismo cultural, como o da Espanha. “Buscamos diversificar as atrações turísticas do Brasil, mostrando-o como um destino completo com Sol e Praia, Eventos e Negócios, Ecoturismo e Turismo de Aventuras e também Turismo Cultural. Para isso, a troca de experiências com uma nação como a Espanha, que, em pouco mais de uma década e com parcerias público-privadas, conseguiu se tornar referência em turismo cultural, é peça-chave para que o turista estrangeiro se dê conta da diversidade do país”, explicou.

Tresserras ainda aproveitou a ocasião para apresentar dois projetos de cooperação espanhola que estão em andamento no Brasil, o do baixo São Francisco e o do Candeal, na Bahia. As estratégias de ação adotadas na Espanha diante da crise econômica enfrentada pelo país também estiveram na pauta do encontro.

Cultura em alta
De acordo com as pesquisas de opinião realizadas pela Embratur com turistas estrangeiros, o grande diferencial do Brasil é a simpatia e interação do povo. “Por isso, além de nossos atributos de Sol e Praia, pelos quais já somos mundialmente conhecidos, queremos promover as manifestações culturais como capoeira, música, gastronomia e artes, que são uma boa tradução da alma brasileira”, destacou André Vilaron.

Equipe da Embratur troca experiências com especialistas em turismo cultural

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 121 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: